Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Restart

A Restart é um centro de formação profissional que constitui um espaço único de formação, produção e animação cultural em Lisboa.

Workshop Captação de Som para Instrumentos Musicais_ Avançado | 7, 8 de Maio | Formador: José Fortes

 

 

 

PÚBLICO ALVO
Profissionais e estudantes avançados de som com conhecimentos mínimos da operacionalidade de captação, interessados em averiguar e questionar os modelos dominantes.

OBJECTIVOS
Reflectir sobre o entendimento do microfone, não só enquanto instrumento de captação mas também como peça de criação sonora. Os papeis possíveis no desempenho de uma boa gravação.
Operação de várias técnicas de captação de som e análise crítica das mesmas, atendendo em especial a factores de natureza acústica – relação espaço-microfone.



CONTEÚDOS

1º Dia manhã

Como vejo o som
• O meu início
• A evolução
• Os meus conceitos
• As salas e as acústicas
• Como trabalho
• Debate de ideias

1º Dia tarde

A captação de som
• Os vários processos de captação
• Qualidade, dinâmica e espaço
• Os microfones
• Os formatos de captação

2º Dia manhã
O produto final
• Mistura acústica e mistura eléctrica
• Qualidade, dinâmica e espaço
• Como ouvem os diversos formatos de captação estéreo
• Audição de vários formatos de captação e mistura
• Debate de ideias

2º Dia tarde
Manipulação do som
• Captação estéreo e multipista
• Vantagens e desvantagens
• Mistura e masterização


HORÁRIO
10h às 13h e das 14h às 19h

HORAS
16h

VAGAS
12 Participantes
(mínimo 8)

ADMISSÃO
Técnicos profissionais de som e alunos com o 1º ano de Som da Restart concluído.

PREÇO
Inscrição - 50€
Geral + 100 €

| comunidade restart: 20% desconto
| dois workshops: 15% desconto no 2º workshop
| parceiros restart: 10% desconto

(descontos não acumuláveis e aplicáveis apenas ao valor “Geral”)
Pagamento integral até uma semana antes do início

 

 

FORMADOR | José Fortes

Técnico de referência no panorama discográfico nacional, responsável por uma parte considerável da discografia editada em Portugal, José Fortes assume-se acima de tudo, como um técnico de captação de som. Dando especial ênfase aos aspectos de captação na definição do “som” de um disco, prefere a morosidade de uma boa localização de microfones à multiplicidade de opções de processamento e privilegia o processo de escuta em detrimento do processo de masterização. Segundo palavras suas, o som faz-se na captação, utilizando para tal, o microfone e acima de tudo, o ouvido.
De entre o seu quase interminável percurso, destacam-se os trabalhos no AngelStudio, Rádio Triunfo, Edipim, Estúdios Valentim de Carvalho, Fortes & Rangel, sem esquecer os longínquos trabalhos com Michel Giacometti entre 61 e 64, e os “Discos Orfeu” entre 58 e 64!
Gravou um inquantificável número de autores nacionais e internacionais, de entre os quais podemos destacar de forma quase aleatória, os nomes de Olga Pratz, José Peixoto, Júlio Pereira, José Mário Branco, Fausto, Fernando Tordo, Paulo de Carvalho, Rui Veloso, Taxi,

Heróis do Mar, UHF, Trabalhadores do Comércio, Mão Morta, Paulo Amorim, Elsa Saque, Carlos do Carmo, José Afonso, Vitorino, Luis Cília, Pedro Burmester, Carlos Paredes, Anabela Chaves, António Pinho Vargas, Irene Lima, Abel Pereira, Artur Pizarro, Hilliard Ensemble, assim como a Orquestra do Norte, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra do Norte, Orquestra das Beiras, Orquestra do Teatro Nacional de S. Carlos, Orquestra Clássica da Madeira, etc.

"O Mundo Natural" - Fotografias por Luis Quinta- Nomadfoto - 12 de Abril a 6 de Maio

 

 

A RESTART vai acolher a exposição “O Mundo Natural ” por Luís Quinta a partir do próximo dia 12 de Abril.

Luís Quinta, nasceu em Lisboa a 6 de Março de 1965 e começou a fotografar o mundo natural em 1989

O primeiro espaço onde fotografou detalhadamente o mundo animal foi o ambiente subaquático.
Mergulhou em todo o país de Norte a Sul, incluindo todas as ilhas e montes submarinos dos Açores, bem como todas as ilhas das Madeira.

Em 1995 começou a fotografar fora de água o reino animal.
O exigente método de trabalho da fotografia subaquática revelou-se muito eficaz para a captação de imagens fora de água.

Primeiro vieram as aves, depois as paisagens e hoje fotografa igualmente répteis, anfíbios, insectos entre muitos outros sujeitos.

Tem fotografado vida selvagem, quer dentro, quer fora de água, um pouco por todo o planeta.

Tem publicado as suas imagens em livros e revistas um pouco por todo o mundo, como por exemplo nas referências internacionais, National Geographic Magazine, BBC Wildlife, Terre Sauvage, BBC Books, entre muitos outros.

Colabora com diversos Museus e Universidades, com destaque para o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores e o Museu Nacional de História Natural.

Em 2009 fez parte do equipa do Wild Wonders of Europe, tendo como missão fotografar o Sw Alentejano e a Costa Vicentina.

Actualmente é um dos líderes da Nomadfoto.pt partilhando lugares e conhecimentos em diferentes acções de formação e viagens.

 

Esta exposição vai estar patente de 12 de Abril a 06 de Maio, e a inauguração vai decorrer no dia 12 de Abril (Terça-Feira) pelas 19 horas.

 

Ficas desde já convidado para a inauguração.

Workshop Flash Avançado | 7, 8 e 14 de Maio | Formador: Nuno Pereira

 

 

PÚBLICO ALVO
Estudantes ou profissionais com experiência prévia que queiram aprofundar os seus conhecimentos com técnicas avançadas de animação e integração de novas ferramentas de criação de projetos interactivos.

OBJECTIVOS
Práticas e ferramentas avançadas de Flash CS5 e Catalyst orientadas para animação e design.

CONTEÚDOS
1: Flash CS5
Técnicas de importação/optimização de imagens, vídeos e sons; criação de gráficos reutilizáveis; criação e animação de máscaras; animação com guias; utilização de animações pré-definidas; criação e reutilização de animações; animação de objecto num espaço tridimensional; criação de personagens animadas e simulação de movimentos; integração com flash Catalyst CS5.
2: Flash Catalyst CS5
Introdução ao ambiente de trabalho do Catalyst CS5; criação de um novo projeto, componentes, páginas, interacção e transições; criação de componentes de texto, botões, checkboxs, radio buttons, toggle buttons, sliders e scrollbars; criação e edição de gráficos; criação de interacções e transições entre páginas; integração de vídeo e som; criação de componentes de informação dinâmica; publicação dos projectos para web ou desktop;

HORÁRIO
10h às 13h e das 14h às 19h

HORAS
24h

VAGAS
16 Participantes
(mínimo 10)

PREÇO
Inscrição - 50€
Geral + 170 €

| comunidade restart: 20% desconto
| dois workshops: 15% desconto no 2º workshop
| parceiros restart: 10% desconto

(descontos não acumuláveis e aplicáveis apenas ao valor “Geral”)
Pagamento integral até uma semana antes do início

FORMADOR | Nuno Pereira
Licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação na Universidade de Aveiro. Em 2007 inicia o seu trajeto profissional na agência de New Media By como Flash Developer. Cria em 2008 a empresa de desenvolvimento Others, onde é responsável pela gestão e produção de projectos multimédia interativos. É responsável pelo desenvolvimento de projectos para clientes como Yorn, TMN, Vodafone, PT, ZON, MEO, Delta, Público, EDP, Honda, Renault, Smart, Toyota, Marcedes, BES, Fanta, Pioneer e Toshiba.

LINKS
www.adobe.com/products/flash/whatsnew/
www.adobe.com/products/flashcatalyst/

ADMISSÃO
Familiarização com ambiente de trabalho do Flash CS5. Conhecimentos básicos/intermédios de animação.

Workshop | Operação Steadicam | 30 de Abril e 1 de Maio | Formador: Ricardo Nogueira

 

Últimas vagas disponíveis! Toca a mexer!

 

PÚBLICO ALVO
Este workshop destina-se a operadores, assistentes de câmara, e alunos recém formados em cursos técnicos relacionados com a área do audiovisual.

OBJECTIVOS
Fornecer as bases necessárias para operar ou dar assistência a steadicam em qualquer tipo de produção.

CONTEÚDOS

Introdução
Finalidade, aplicações e tipos de steadicam;
Postura física máquina/operador;
Análise do plano com o realizador e enquadramento;
Equipamento e segurança necessária.


Steadicam
Especificação e funcionamento de todos elementos que constituem o steady;
Preparação, montagem do steady e equilíbrio da câmara;
Sistemas de controlo remoto necessário.


Operação
Algumas técnicas de distensão e aquecimento muscular;
Primeiro contacto do operador com a máquina;
Posições básicas de operação e de descanso;
Exercícios de aprendizagem;
Execução de um pequeno vídeo;


Visionamento do vídeo

LINKS
www.steadicam.com

FORMADOR | Ricardo Nogueira
Iniciou a sua actividade no meio audiovisual em 1991, na Nova Imagem colaborando como assistente de iluminação e de câmara em mais de 300 filmes Publicitários e na telenovela “Paz dos Anjos” como Assistente de câmara.
Iniciou‐se na operação do Steadicam em 1994, após um workshop de Steadicam na Optex em Londres. Desde então começou a supervisionar tecnicamente e a operar câmara no estúdio da Multicena, onde participou em vários programas de ficção e de entretenimento.
Em 1995 começou a trabalhar como freelancer, operando steadicam para comerciais e TV, supervisão e operação de câmara para TV.
Em 1996 abriu a sua produtora e em 1997 foi para a Austrália, estudar e trabalhar.
Em 1999 de volta a Portugal, dedicou‐se às séries de ficção (13 episódios) como Supervisor Técnico, operador de câmara e steadicam (Raia dos Medos, Conde de Abranhos, Alves dos Reis, O Processo dos Távoras e Ferreirinha). Em 2003 partiu de novo, desta vez para Londres, onde estudou realização e direcção de actores. Em 2006 regressa a Lisboa e funda uma ONG a “Help Images” que trabalha na área de comunicação para o 3º sector.
Agora mais ligado à produção e realização, filma sem nunca perder o olhar e a percepção adquiridas na operação de câmara e steadicam, que continua a operar sempre que necessário.

ADMISSÃO
Os participantes não podem sofrer de problemas físicos. Devem trazer roupa confortável e sapatos ou botas do tipo desportivo para as aulas práticas.

HORÁRIO
10h às 13h e das 14h às 19h

HORAS
16h

VAGAS
12 Participantes
(mínimo 8)

PREÇO
Inscrição - 50€
Geral + 120 €

| comunidade restart: 20% desconto
| dois workshops: 15% desconto no 2º workshop
| parceiros restart: 10% desconto

(descontos não acumuláveis e aplicáveis apenas ao valor “Geral”)
Pagamento integral até uma semana antes do início

CINESC | Sessão de exibição de curtas-metragens premiadas | 7 de Abril às 19h

 

As curtas-metragens premiadas no I Festival Nacional de Curtas Metragens para Escolas de Cinema, que estarão em exibição no Cinema City Classic Alvalade são:

MELHOR ESCOLA
"LUSOFONA"
FICÇÃO
Lusófona
   

MENÇÃO HONROSA
"O ENCONTRO"
FICÇÃO
Católica do Porto


MELHOR FICÇÃO
"INSÓNIA, AMOR E CIGARROS"
FICÇÃO
Restart
   

MELHOR DOCUMENTÁRIO
"Alguma Coisa Tinha de Acontecer"
DOCUMENTÁRIO
E.S.T.A.
   

MELHOR ANIMAÇÃO
"EPÍLOGO"
ANIMAÇÃO
ETIC
   

A MAIS VOTADA PELO PÚBLICO
"FALÓPIO"
FICÇÃO
ETIC

Mais info em www.cinemacity.pt/pagina/52

Pág. 4/4